Início » Modelos de currículos profissionais grátis

Modelos de currículos profissionais grátis

Como é feito um currículo. Descubra abaixo como fazer um Curriculum Vitae perfeito, passo a passo. As melhores dicas para criar seu currículo.

Se você quer saber como fazer um bom Curriculum Vitae? Neste artigo, forneceremos a resposta detalhada para que você tenha o Currículo perfeito. No final, você encontrará modelos gratuitos para baixar no Word e criar seu próprio currículo ideal.

Entrevista

Clica na imagem e inicie sua entrevista.

Conheça cada uma das etapas para criar um bom currículo e descubra como é fácil ter um currículo profissional.

Passos para fazer um CV

Depois de coletar todas as informações acima, é hora de escrever cada uma das seções que farão seu currículo. A seguir, explicaremos detalhadamente todas as etapas para fazer seu currículo, o que escrever e o que não escrever em cada uma.

1. Dados pessoais ou informações de contato

Em um currículo, há informações de contato que você deve incluir e outras que não são tão recomendadas.

✓ Dados que você deve incluir no seu currículo

Estes são os dados pessoais que recomendamos usar:

•           Nome e sobrenome. Esta informação será a única com tamanho de fonte maior que o restante do conteúdo do seu currículo, se desejar.

Localização. É importante que você mencione em qual cidade e país você está. Existem países, como os Estados Unidos, onde eles solicitam que você escreva seu endereço, mas, por motivos de confidencialidade, é cada vez menos usado.

• telefone Atualmente, os telefones fixos não são mais recomendados, apenas os celulares, para que você possa responder rapidamente quando entrar em contato.

•  Correio eletrônico. Lembre-se de que você precisa incluir um email profissional; a recomendação é que ele não contenha apelidos, apenas seu nome e sobrenome.

• Blog ou site. Se você possui um site ou blog relacionado à vaga que deseja, é importante que você compartilhe o endereço para ajudá-lo a se destacar do restante dos candidatos.

• perfil do LinkedIn. A rede social corporativa do LinkedIn se tornou a principal plataforma para confirmar a veracidade dos perfis de emprego e conhecer os candidatos com mais profundidade.Atualize seu perfil e não hesite em incluí-lo!

Data Dados pessoais que você não deve incluir no seu currículo

• Sua data de nascimento. Para evitar a discriminação por idade, porque eles acreditam que você é muito jovem ou muito velho para a vaga, é recomendável que você nunca escreva idade.

• Não inclua dados falsos ou errôneos, pois isso pode ser contraproducente para o seu aplicativo. Sempre verifique as informações que você escreve!

2. Objetivo profissional: Sobre mim

Depois de incluir suas informações de contato, é hora de escrever um breve parágrafo descritivo, explicando o seu perfil de trabalho da maneira mais detalhada possível. É importante que você descreva seus objetivos profissionais e explique por que você é ideal para a vaga com base na experiência e nas habilidades que possui. Esta é uma breve descrição pessoal do seu currículo.

✓ Como escrever a seção “Sobre mim”

• Use idealmente um assunto tácito, ou seja, em vez de “Sou administrador com mais de cinco anos de experiência”, escreva “Administrador com mais de cinco anos …”

• Mencione seus anos de experiência.

• Se você trabalhou em empresas internacionais ou muito importantes, mencione-as.

• Adicione características que o diferenciam de outros candidatos (valores ou habilidades que você considera relevantes).

• Concentre-se em suas realizações, não nas tarefas diárias.

✗ Dados a evitar no seu objetivo profissional

Evite incluir frases exageradas e egocêntricas ou que não agreguem valor ao seu perfil. Lembre-se de que todos os detalhes do seu currículo são importantes e essa frase permitirá que o recrutador tenha uma visão geral do seu perfil.

3. Trabalho e experiência profissional

Se você tem pouca experiência de trabalho, é melhor que você coloque esta seção depois de “Treinamento acadêmico”, mas se você tiver experiência suficiente, essa será a seção principal e mais importante do seu currículo.

✓ O que a seção Experiência de Trabalho deve incluir no seu CV

• Comece em ordem cronológica inversa onde o último trabalho ou o atual é o primeiro.

• Escreva a data de início e término da sua experiência de trabalho e, se você ainda estiver lá, especifique-a com a palavra “presente” ou “atual”.

•   Nome da empresa.

• Título do cargo ocupado.

Cidade e país.

• Pelo menos três marcadores nos quais você descreve tarefas e realizações realizadas nessa empresa. Descreva-os com verbos de ação e dados concretos que demonstram os resultados obtidos.

✗ O que não incluir na experiência profissional

Evite incluir resultados falsos ou datas de trabalho incorretas. A falta de legitimidade das informações pode ser um erro prejudicial para sua candidatura. Claro que você pode embelezar as informações para destacar suas habilidades, mas não é necessário mentir.

Quanta experiência de trabalho você deve incluir?

• Encargos seniores ➜ Recomenda-se mencionar 15 anos de experiência relevante.

• Encargos médios ➜ Os últimos cinco anos de experiência profissional., Encargos juniores ➜ Toda a experiência profissional adquirida.

4. Treinamento ou educação acadêmica

Esta seção também é escrita em ordem cronológica inversa. As considerações que você deve levar em consideração para escrever esta seção são as seguintes:

✓ O que incluir na seção Treinamento do seu currículo

Comece com a nota mais alta.

Inclui os três últimos níveis de estudo.

Mencione as datas de obtenção do diploma.

✗ O que não incluir na seção Educação

Evite incluir certificados expirados ou estudos muito antigos que não são mais válidos. É melhor atualizar e incluir diplomas que possam dar peso ao seu perfil e que não o desvalorizam. Se você pode atualizar os certificados de cursos ou idiomas, não hesite em fazê-lo para manter seu perfil atualizado.

5. Habilidades e aptidões

Em alguns formatos de currículo, esta seção abrange as habilidades pessoais e programas ou software que o candidato domina. Existem até combinações entre eles.

Você pode escolher entre: trabalho em equipe, solução de contingência, adaptabilidade, pontualidade ou, Photoshop, Illustrator, Office, Google Ads, etc.

6. Idiomas

Em um mundo cada vez mais globalizado, falar mais de um idioma é quase uma obrigação. É importante que você indique quais idiomas você fala, lê ou escreve. Mencione o nível em que você lida com eles, para que os recrutadores saibam se seu perfil é mais conveniente que o de outros.

✓ O que a seção Idiomas deve incluir

Em casos como inglês ou espanhol, pode ser útil indicar em que região você fala: inglês da Austrália, Estados Unidos, Reino Unido ou se o seu espanhol é da Espanha ou da América Latina.

✗ O que não deve ser incluído na seção Idiomas

Embora pareça óbvio, evite mentir sobre o seu nível de proficiência no idioma, seja escrito ou oral no idioma mencionado. Não esqueça que durante a entrevista de emprego você certamente será testado ou fará parte dela em algum outro idioma para avaliar suas habilidades. É melhor ser honesto e não passar por um momento ruim!

7. Interesses

É cada vez mais comum as empresas deixarem de lado sua tendência capitalista de considerar o empregado como mais um número e começar a ver seu lado humano. Portanto, a seção de interesse permite que os recrutadores tenham uma idéia de como você é.

Seus gostos, interesses e hobbies dizem muito sobre você, um perfil que ouve música e assiste a shows não é o mesmo que joga futebol. Dependendo do que você faz, você pode ver se é uma pessoa mais solitária ou está procurando mais trabalho em equipe.

8. Um currículo com ou sem foto

A questão da foto é uma questão controversa na criação do currículo. Há quem diga que não deve usar e quem diga que deveria.

A realidade é que depende do país onde você deseja aplicar. Nos Estados Unidos, a foto não é solicitada no currículo, pois a considera um elemento que incita à discriminação. Por outro lado, em outros países, como Espanha ou parte da América Latina, é costume enviar uma fotografia para dar uma idéia mais completa do perfil do candidato.

No final, isso depende do país e de seus próprios critérios. Mas se você decidir usar uma fotografia, tenha cuidado para que ela seja amigável sem perder o toque profissional. Seu rosto deve aparecer completo na foto; às vezes, um leve sorriso incita maior confiança. O objetivo é ver o seu lado natural e deixar uma boa impressão. Mas o importante é representá-lo e sentir-se.

O que é um Curriculum Vitae

Se lhe for perguntado como fazer um currículo, como montar um currículo ou como fazer um currículo no Word, a primeira coisa que você deve saber é o que é um Curriculum Vitae. Um CV é um documento que reúne as informações mais relevantes da vida profissional de uma pessoa. Consiste em diferentes seções, como: dados pessoais, experiência profissional, educação, idiomas, habilidades, publicações ou projetos, certificações e prêmios e muito mais.

Um currículo de qualidade deve refletir tanto sua personalidade quanto suas virtudes e qualidades, a fim de cativar a atenção do recrutador.

Isso não é tudo! Além disso, se o seu currículo for bem escrito e atender aos elementos necessários, você certamente será selecionado para executar a primeira etapa do processo de seleção: a ligação telefônica ou diretamente a primeira entrevista.

É importante que você pense no seu currículo profissional como se fosse um folheto de vendas, ele deve conter algumas regras de apresentação, ser claro, consistente e transmitir a mensagem corretamente para obter os resultados desejados: o seu trabalho ideal!

Como montar um Curriculum Vitae de qualidade

Aqui estão os principais passos para montar um Curriculum Vitae profissional:

Pesquise em nossos exemplos de currículo o modelo de currículo que você mais gosta. Verifique se ele se adequa ao seu perfil profissional e faça o download gratuitamente.

Se você incluir uma foto, procure uma onde pareça amigável sem perder o toque profissional.

Luiza Alvarenga

Voltar ao topo
error: Content is protected !!